Máquina de Costurar, 2021, 60 x 90 cm [cada], Pigmento mineral sobre papel algodão

Janete é minha mãe, ela trabalhou como costureira dos 15 aos 58 anos. Antes disso, desde os 10 anos, já costurava as roupas dos seus seis irmãos. A envergadura de sua coluna foi moldada ao longo da vida, trabalhando “na posição da máquina”.

Nas facções de costura o trabalho é pago por cada peça executada.

O tempo transformado em produto na facção exige que o corpo da costureira fique preso à sua tarefa.

O tempo de trabalho engole tudo, moldando a vida e o corpo.

O tempo de trabalho se torna absoluto; ao passo que o ser humano se torna apenas uma carcaça que carrega as marcas do tempo.

É estabelecida a rotina de um trabalho desgastante e sem fim. Que repete sempre e infinitamente o mesmo processo. Como o suplício de Sísifo, o trabalho recai como uma rocha sobre a cervical da mulher debruçada sobre a máquina.